MENU

Iracema 「PDF」 - José de Alencar

Iracema (PDF) - José de Alencar - Livros em PDF para Download - Domínio Público

No romance, a protagonista Iracema, uma índia, se apaixona por Martim, um português. Juntos eles têm um filho, Moacir, considerado o primeiro brasileiro, fruto do amor entre uma colonizada e um colonizador.



TOP 1 Brasil



Iracema 「PDF」 - José de Alencar

Iracema (PDF) - José de Alencar - Livros em PDF para Download - Domínio Público

No romance, a protagonista Iracema, uma índia, se apaixona por Martim, um português. Juntos eles têm um filho, Moacir, considerado o primeiro brasileiro, fruto do amor entre uma colonizada e um colonizador.

O livro Iracema pertence ao Indianismo (fase do Romantismo Brasileiro).

Resumo - Iracema - José de Alencar



Iracema é uma índia, filha do pajé Araquém, nascida e criada em uma tribo nos campos dos Tabajara. A jovem vigiava as florestas até um dia atacar aquele que pensava ser um invasor.

Quem recebeu a flechava foi Martim, um aventureiro português.

Diante dela e todo a contemplá-la, está um guerreiro estranho, se é guerreiro e não algum mau espírito da floresta. Tem nas faces o branco das areias que bordam o mar; nos olhos o azul triste das águas profundas. Ignotas armas e tecidos ignotos cobrem-lhe o corpo. Foi rápido, como o olhar, o gesto de Iracema. A flecha embebida no arco partiu Gotas de sangue borbulham na face do desconhecido.



Culpada por ter disparado a flecha de modo precipitado, Iracema imediatamente socorre Martim e o leva para a tribo para tratar dos ferimentos.

Como Martim oferece ajuda à Araquém, pai de Iracema, para defender a tribo, ambos criam uma relação estreita e o pajé propõe, em troca da proteção, mulheres e hospedagem. Martim não aceita as mulheres que lhe são oferecidas porque só tem olhos para Iracema.

Teoricamente nada impediria o casal composto por uma índia e por um português de ficar junto, exceto o fato de Iracema deter o segredo de Jurema, o que faz com que ela precise se manter virgem.

Martim e Iracema se apaixonam e passam a viver um amor proibido, migrando para uma cabana afastada da tribo. O resultado desse amor surge após alguns meses: nasce Moacir, longe da tribo.

O romance entre o casal, no entanto, não dura muito tempo. Martim dá sinais que sente falta da sua terra e Iracema percebe que sente saudades do seu povo.

Ao final do romance, Iracema morre e Martim leva o pequeno Moacir para viver em Portugal.

Personagens - Iracema - José de Alencar




Iracema - É filha do pajé Araquém, nasceu e se criou nos campos dos Tabajaras. Fisicamente Iracema é descrita como "a virgem dos lábios de mel, que tinha os cabelos mais negros que a asa da graúna, e mais longos que seu talhe de palmeira".

Martim - Valente, Martim é um explorador português que vem para o Brasil ainda pouco conhecido, apenas povoado por algumas tribos indígenas. Ao conhecer a índia Iracema, imediatamente se apaixona por ela.

Moacir - É o filho do casal Iracema e Martim. Iracema dá a luz a Moacir sozinha, enquanto Poti e Martim saem para uma batalha. Depois da morte da mãe, Iracema, Moacir é levado pelo pai para viver em Portugal.

Poti - O guerreiro Poti é amigo fiel de Martim. A amizade entre os dois é tão forte que Poti abandona a tribo e se muda para a cabana distante a fim de viver com o casal e ajudar o amigo.

Enredo - A Megera Domada



A narrativa de Iracema estrutura-se em torno da história do amor de Martim por Iracema.
Diferentemente do que ocorre em outros romances de José de Alencar, como em O Guarani, o enredo de Iracema é aberto a interpretações. A relação entre Martim e Iracema significa a união entre o branco colonizador e o índio, entre a cultura europeia, civilizada, e os valores indígenas, apresentados como naturalmente bons. É uma espécie de mito de fundação da identidade brasileira.
Ainda menino, Alencar fez uma viagem pelo sertão. A experiência dessa viagem de garoto seria constantemente evocada pelo futuro escritor em seus romances, com imagens e impressões da exuberante natureza brasileira. Alguns espaços merecem destaque por ser palco de importantes acontecimentos desse romance: o campo dos tabajaras, onde fica a taba do pajé Araquém, pai de Iracema; a taba de Jacaúna, na terra dos potiguaras (ou pitiguaras); a praia em que vivem Martim e Iracema e onde nasce Moacir.



Uma das grandes habilidades de Alencar está em representar o pensamento selvagem por meio de uma linguagem cheia de imagens e de metáforas. Sabe-se que as sociedades que não avançaram no terreno da lógica argumentativa (que pressupõe noções científicas básicas) têm em contrapartida grande riqueza no plano mitológico. Elas se valem dos mitos e das histórias para explicar o mundo.
O pensamento do selvagem é imagético e, por isso, está muito próximo da poesia. Vê-se nesse ponto como o autor soube unir forma e conteúdo. De outro modo seria difícil caracterizar a linguagem do índio sem prejuízo da verossimilhança.


Iracema 「PDF」 - José de Alencar


Livro em PDF para Download - Domínio Público